Siga as redes da Tik

Vivendo um sonho de adolescente em Dublin

18 de junho de 2020

Publicidade

Esse post é mega especial de fazer, pois vou contar como foi viver um sonho de adolescente.

Quando eu tinha meus 13-14 anos, fui apresentada a uma boyband chamada Westlife, que na época era composta por 5 meninos irlandeses.

Aperta o play para entrar no clima desse post.

Uma das minhas preferidas

Sorte ou Azar- vivendo um sonho de adolescente em Dublin

Para meu azar, comecei a curtir depois que eles já tinham vindo ao Brasil e como o sucesso por aqui nunca foi tão grande, sabia que seria quase impossível conseguir ver um show dos meninos algum dia.

Anos depois, em 2011, foi anunciada a separação, aí mesmo que minhas chances tinham sido zeradas.

Essa pausa na carreira durou 7 anos e em 2018 a volta foi anunciada e eu PIREI.

Anunciaram shows pela Europa e a abertura das vendas aconteceria as 05:00 horas da manhã daqui.

Essa hora eu estou acordando, normalmente, levanto as 05:15 horas para ir para academia, então assim que abri o olho, entrei para ver como estavam os ingressos e os preços.

Ainda tinham todos os lugares e o preço não era dos mais absurdos, o mais barato custava por volta dos 80 euros.

Compra ou não compra

Na hora pensei em comprar, mas não tinha companhia e precisava ver se minha mãe toparia, já que minha única amiga que gosta teve bebê.

Sem contar que envolve uma viagem né?!

Voltei da academia, consegui falar com a minhã mãe e ela topou.

Disse que se por algum motivo a gente não fosse, não perderíamos um valor absurdo.

Abri o site correndo, coração palpitando e frio na barriga. Quando abriu, os ingressos estavam esgotados.

Podemos comparar com Sandy e Junior, só para vocês terem ideia do tamanho deles lá.

Fiquei triste e irritada por não ter comprado mais cedo, mas poucos minutos depois, abriram show extra.

Ainda tem um detalhe, demorei muito porque os assentos vêm de forma automática, então fiquei buscando um que me agradasse mais.

Entrei correndo e comprei meu ingresso, lá longe, no setor mais barato (euros né?!).

Eu pulava tanto, sai correndo pela casa, estava em êxtase! Meu sonho de adolescente estava prestes a se realizar, só faltava TODO O RESTO.

Porque Dublin se teve tour em outras cidades?

Escolhi a capital da Irlanda porque foi o lugar onde fizeram o último show, antes da separação, e esse seria no mesmo lugar: o estádio Croke Park.

Assim, finalizei a viagem em um mega estilo, porque no dia seguinte já voltei pro Brasil.

Como foi ir da Grécia para Irlanda?

A maior dificuldade de todas foi fazer as malas, já que estava na Grécia, em clima de verão e depois tive que ir para o friozinho da Irlanda.

Passamos por Mykonos, Santorini, Milos e Atenas antes de chegar no país. Sem contar, no dia que passei em Roma.

O trajeto foi feito de avião, com a companhia aérea Aer Lingus.

Obviamente que a gente poderia ter escolhido um outro lugar mais perto da Irlanda, mas mais uma vez, adiaríamos a Grécia e não era essa a vontade.

Com isso, perdemos sim mais tempo com deslocamento, o que é muito ruim em uma viagem, mas como eu disse, queríamos muito.

Seguro viagem na Europa é obrigatório, então clique aqui e garanta o seu com desconto.

Onde ficar? – Vivendo um sonho de adolescente em Dublin

Contei no post de Galway que a Irlanda é um país bem caro e o preço de hotel lá é absurdo.

Então, quando estávamos quase pegando o ferry em Milos, mudamos tudo.

Além de acrescentar uma diária em Galway e tirar uma de Dubin, ainda mudei o lugar de hospedagem.

Com toda essa troca, o lugar escolhido foi o Arran Quay- Ardcairn House , uma residência estudantil incrível.

Eu só descobri que não era hotel ou hostel, quando cheguei lá. É tudo novo, cama confortável, apesar de pequena; chuveiro com duchona.

Moraria fácil naquele quarto. Os estudantes de Dublin vivem super bem!

Não tem café da manhã incluído, mas cada andar tem uma cozinha comunitária. Além disso, tem muitos cafés e mercado (com restaurante) na região.

A localização dele é legal, não tão central como eu gostaria, mas tem transporte público e em duas estações, está no centro.

Chave magnética na residência
O quarto
O banheiro

Quanto tempo ficar?

O tempo que ficamos por lá foi vergonhoso, isto é, muito pouco, mesmo.

Ficamos um dia e meio, ou seja, fui só para o show mesmo.

A vibe da cidade é sensacional, com muita animação e shows na rua.

O ideal é ficar uns 3 ou 4 dias inteiros.

O que deu para fazer em Dublin?

Ha´Penny Bridge – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

A Ha´Penny Bridge é uma ponte construída em 1816 em ferro fundido sobre o rio Liffey.

Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Temple Bar – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

Temple Bar é um bairro mega animado da cidade, com milhões de pubs, um ao lado do outro.

Além dos pubs, também é fácil encontrar muitas lojinhas de souvenir.

O bar mais famoso de lá é o que leva o mesmo nome do bairro, ou seja, o The Temple Bar. Ele fica lotadíssimo, eu apenas entrei para conhecer, mas não fiquei um tempo por lá, não.

Merchants Arch
Merchants Arch – Atrás dele está Temple Bar
vivendo um sonho de adolescente
The Temple Bar, o pub que leva o nome do bairro
The Temple Bar
The Temple Bar
ê animação
Trinity College – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

A Trinity é uma universidade fundada em 1592, pela rainha da Ingleterra, Isabel I.

É uma faculdade de prestígio, além de ser a mais antiga do país.

A biblioteca é o prédio que mais atrai os turistas, pois conta com 200.000 títulos, e também o manuscrito do livro de Kells está lá, isto é, um livro criado pelos monges celtas com 4 evangelhos da bíblia em latim.

A fila para visitar a biblioteca estava enorme e não tínhamos tempo, por isso, só passeamos pelo campus mesmo.

Vivendo um sonho adolescente
Trinity University
Trinity University
Trinity University
Vivendo um sonho adolescente
Trinity University
Trinity University
Trinity University
Vivendo um sonho adolescente
Trinity University
Grafton Street – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

A Grafton Street é uma rua comercial de pedestres da cidade. Além das lojas, ela tem bastante artista de rua, o que virou a marca da Irlanda, pra mim.

vivendo um sonho de adolescente em Dublin
Grafton Street
Grafton Street, ou seja, uma rua comercial
Grafton Street
St Stephen´s Green Park – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

Aos 45 do segundo tempo, conhecemos esse parque. Uma área verde impecável, super lindo.

Ele fica na ponta da Grafton Street.

St Stephen´s Green Park
St Stephen´s Green Park
St Stephen´s Green Park
St Stephen´s Green Park
Castelo de Dublin – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

Antiga sede do governo inglês na Irlanda, hoje é um museu.

Construído em 1204, o castelo já foi fortaleza, antiga sede do governo inglês na Irlanda e sede do parlamento e dos tribunais da cidade.

Atualmente, além de museu, o castelo também abriga alguns gabinetes do Estado.

Então, é possível visitar alguns cômodos, outros somente por fora, como por exemplo: salas usadas para as cerimônias oficiais.

Após alguns ataques, ele não mantem sua arquitetura original, tudo era reconstruído mas em estilos diferentes.

Catedral da Santíssima Trindade – vivendo um sonho de adolescente em Dublin

É a mais antiga catedral de Dublin, fundada em 1028. Imensa de todas as formas e ângulos, chama atenção de vários pontos da cidade.

No seu interior, é possível conhecer a cripta e um rato e gato mumificados.

Dublin conta com outra catedral, a St Patrick´s, que não conseguimos visitar.

Viaje com internet 24 horas por dia. Garanta seu chip, mas antes confira se no instagram se tem desconto disponível.

Vivendo um sonho de adolescente no Croke Park

O Croke Park está para Dublin, assim como o Maracanã está para o Rio de Janeiro.

Agora, imagina aquela menina de 14 anos que ficava ouvindo DISKMAN no recreio da escola, agora estava ali, naquele estádio para ver o show da volta da banda preferida.

Eu não consigo explicar como me senti, juro! Eu era aquele tipo de fã que tinha poster no quarto.

Sim, eu estava vivendo um sonho, um sonho de adolescente que me dei de presente de aniversário.

O portão abriu as 17:00 horas e as 17:07, eu já estava no meu lugar.

Na arquibancada os lugares são marcados e são respeitados. Me arrependo de não ter comprado para ver um pouco mais de perto, mas de qualquer forma, eu estava lá.

Uma curiosidade da Irlanda, é que para ir à shows, as mulheres se arrumam como se fosse carnaval, com glitter e sombra mega colorida.

Outra coisa também, é que eles bebem muito e toda hora saiam para comprar bebida. Sabe aquela caixa de refri do Mc Donalds? Então, chegavam com aquilo de cerveja.

E eu não conseguia entender como as pessoas podiam sair para beber e não paravam para ver o show, porque esse dia, nem água eu bebi.

Só que para eles é normal, né? Só mais um show do Westlife.

Enquanto pra mim, era O show. Sabe-se lá quando vou conseguir ir em outro. Eu não sabia se filmava, se tirava foto, se pulava ou se gritava.

E foi assim que eu realizei um dos sonhos de novinha, ainda têm algum outros.

Vou colocar a abertura do show e quero saber se vocês vão se arrepiar junto comigo.

Desculpem os palavrões…
Perdi…

Não sei o que aconteceu, que perdi muita foto e vídeo da Irlanda, mas pelo menos, o que tem, da para salvar!

Obviamente, perdi muitas importantes, mas paciência.

Por fim, mais alguns passeios que você pode fazer em Dublin.

Não fique por fora das novidades!

Ir para o topo

2020 © Tik de Viagem. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Outlab.