Siga as redes da Tik

Giverny, um bate e volta de Paris

25 de junho de 2020

Publicidade

Hoje vai rolar uma invasão aqui sobre Giverny!

A @karynemenaged estava organizando suas fotos de viagem e perguntou se eu queria que ela escrevesse (ou eu pedi 🤔) sobre Giverny, ou seja, a casa de Monet, na França.

Visitar a casa e os jardins do pintor Claude Monet é um excelente bate e volta, saindo de Paris.

Sobre Giverny

Giverny é a comuna onde está localizada a casa e os jardins do pintor impressionista.

Certamente, é um dos lugares mais incríveis e inspiradores que pude visitar.

Se você for à Paris e tiver oportunidade, não perca este passeio! Uma manhã é o suficiente para conhecer esta maravilha!

Como chegar em Giverny saindo de Paris

Vou começar contando como fizemos para chegar lá, foi super simples!

Estávamos em Paris e pegamos o metrô para chegar à estação de trem Saint Lazare , onde compramos um ticket especial para Giverny.

Nele, estava incluído o trem para Vernon e um ônibus direto para onde fica localizada a Casa e os Jardins de Monet.

Foi bem tranquilo porque todos que estavam dentro do ônibus estavam indo para o mesmo lugar, então “seguimos o fluxo”!

Chegando lá, enfrentamos uma bela de uma fila, mas que não foi nada desagradável pois só aquele ar puro e o solzinho da manhã fizeram passar o tempo bem rapidamente (Sim, fiquei tão apaixonada que elogio até a fila). 

Seguro viagem na Europa é obrigatório, então clique aqui e garanta o seu com desconto.

Quando ir?

Agora é a minha vez de invadir o post da Karyne, porque preciso dar uma informação importante.

A casa e os jardins não ficam abertos o ano todo, portanto o planejamento é muito importante.

Eles estão abertos de março até final de outubro, ou seja, quando o tempo começa a esfriar na Europa, eles fecham as portas.

Então, programe sua viagem para conseguir fazer essa visita e vamos voltar para o relato da Karyne.

A Casa

Ao entrar, já nos deparamos com aquele lindo verde com detalhes coloridos das flores do local (talvez estivesse mais bonito pela época do ano, pois era maio, final da primavera).

Fomos primeiro conhecer a parte interna da casa onde Monet viveu, pois tinha uma pequena fila então quisemos “matar” logo essa parte.

Também foi uma fila proveitosa, porque dali já garantimos belas fotos.

Uma casinha bem charmosa, com muitos detalhes antigos, uma gracinha!

Além de um cômodo com várias obras de Monet, de dentro da casa pudemos ter a experiencia de como era a visão de Monet e entender o início da sua inspiração para as pinturas.

Cada janela era um flash! Ou melhor, uma pincelada! 

Giverny
Casa de Monet
GIverny
Janela, a inspiração do artista
Giverny
Sala
Casa de Monet
Sala
Casa de Monet
Quarto
Casa de Monet
Cozinha

O Jardim

Saindo da casa, fomos passear nos jardins e, sério, as visões da janela eram só o começo.

A cada passo, uma vista linda.

Fomos em busca da ponte daquele quadro mais famoso de Monet ( A ponte japonesa) e encontramos diversos “quadros” no caminho.

E não eram como os quadros de dentro da casa, era como se nós estivéssemos dentro do quadro! Indescritível! Mas não parou por aí.

Em busca das vitórias-régias, também muito procuradas pelos visitantes, acabamos sentando em um banquinho e de lá, apreciamos um lindo espetáculo: aquela paisagem e uma chuva daquela plantinha branca que voa quando sopramos, conhecida como dente de leão.

Fiquei extasiada admirando a paisagem.

Giverny
Jardins de Monet
Jardins de Monet
Jardins de Monet
Giverny
Jardins de Monet
Jardins de Monet
Jardins de Monet
Giverny
Jardins de Monet
Finalizando a visita

Por fim, saímos do local dos jardins e, como em todo museu que se preze, finalizamos na lojinha, onde, claro, comprei uma mini pintura e minha amiga comprou um livro completinho da história de Monet e com as fotos da casa e dos jardins que tínhamos acabado de ver.

Foi uma experiencia incrível!

E minha única frustração foi não ter conseguido tirar uma foto sozinha na famosa ponte!

Saímos de lá maravilhadas e muito felizes em ter feito este passeio, muito bem indicado pela Tik! 

Viaje com internet 24 horas por dia. Garanta seu chip, mas antes confira se no instagram se tem desconto disponível.

Agradecimento

Voltando aqui nessa invasão, porque preciso agradecer o seu tempo, que é o seu bem mais precioso.

Muito obrigada por ter parado um pouquinho as suas atividades para se dedicar a essa lembrança tão especial.

Tenho certeza que ao escrever esse texto, você voltou no tempo e deu sorrisinhos enquanto escrevia.

Foi e sempre é um grande prazer poder fazer parte das suas viagens.

Mais de Paris e arredores

Para finalizar, vou deixar mais uma opção de bate e volta de Paris e também sobre a capital francesa.

A primeira opção é obviamente a capital Paris, que é um must go. Costumo dizer que a cidade luz deve ser seu primeiro destino na Eurpa, isso porque é um lugar impactante.

Por mais que eu tente por em palavras, não vou conseguir expressar o que é estar ali.

Um bate e volta para o Château de Fontainebleau, ou seja, um palácio onde viveu Napoleão Bonaparte, vale a pena. Não estava nos meus planos, mas valeu a pena.

E aí, curtiu? Se ficou alguma dúvida ou você quer completar com alguma informação, deixe seu comentário ou me mande uma mensagem.

Compre sua moeda estrangeira e ganhe 50% do IOF de volta!

Não fique por fora das novidades!

Ir para o topo

2020 © Tik de Viagem. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Outlab.