Siga as redes da Tik

4 dias em Berlim – O que fazer? Um super roteiro da capital alemã.

10 de dezembro de 2020

Publicidade

Sabe aquele ditado popular que diz ” quem tem amigos, tem tudo” ? Então, concordo 100 % com ele. Mesmo 2020 sendo um ano estranho, as pessoas ao me redor são tão maravilhosas, que elas se oferecem para fazer post para o blog. Dessa vez, a Paula, dona do perfil @cantinho_doslivros , viciada em livros e café, vai contar sobre os seus 4 dias em Berlim.

Na verdade, estamos fazendo no mesmo esquema do post anterior, sobre a rapidinha da Leka em São Paulo, ou seja, ela me conta e eu escrevo.

Sobre Berlim

Berlim é a capital da Alemanha e um lugar que já passou por muita coisa. Estar lá é como ter uma aula de história. Pois é, a capital alemã já foi dividida em duas, já viveu guerras e momentos de horror durante o holocausto.

Contudo, conseguiu se reerguer e hoje está aí, vibrante, emanando cultura e beleza.

4 dias em Berlim
Enquanto você anda pela cidade, identifica partes do muro que dividiu Berlim

Onde se hospedar?

Eu sempre indico se hospedar por Mitte, ou seja, o bairro central da cidade. Porém, o centro é enorme, então, recomendo um hotel próximo a Alexanderpltaz ou do Portão de Brandeburgo.

Como por exemplo: B&B Hotel Berlin Alexanderplatz, Holiday Inn Berlin-Alexanderplatz ou NH Collection Berlin Mitte am Checkpoint Charlie .

A Paula se hospedou fora dessa região, pois queria uma experiência diferente. O hotel escolhido foi o S/O Berlin Das Stue, na região do Tiergarten, que falo mais a frente.

O S/O Berlin Das Stue é um hotel 5 estrelas, com vista para o Tiergarten e também para o zoológico. Ainda, abriga um SPA e um restaurante estrela Michelin, o 5-cinco by Paco Perez.

Apesar de não ser perto do metrô, é super possível ir andando ou pedalando, como fazem os locais. A estação mais próxima fica a cerca de 1km de distância.

Então, se você quiser uma experiência mais romântica e um hotel 5 estrelas, fica essa dica. De acordo com a Paula, esse hotel é S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L

4 dias em Berlim
S/O Berlin Das Stue
4 dias em Berlim
S/O Berlin Das Stue

Como se locomover?

Assim como Londres, Berlim é dividida por zonas, e são elas: A (centro) ,B (periferia) e C (cidades vizinhas).

Como a cidade é dividida por zonas, seus tickets também são vendidos de acordo com elas: zona AB, zona BC, zona ABC. Mas atenção, se você ultrapassar a zona C, o valor da sua passagem será maior.

O transporte público é integrado, portanto, o ticket pode ser usado em todos os tipos de transporte.

  • U- Bahn – metrô
  • S-Bahn – trens
  • Tram – bonde
  • Ônibus

Além disso, também há o RING, ou seja, uma espécie de expansão do S-Bahn, que circula pelo centro, no sentido horário e anti-horário. O Ring faz a ligação entra algumas estações de U-Bahn e S-Bahn.

Nas estações você pode escolher qual tipo de cartão turístico serve mais para o seu estilo. Escolha entre o Berlim Welcome Card e o Berlim City Tour Card.

Ambos incluem transporte ilimitado, são vendidos por dias de uso e incluem descontos em atrações.

Planeje tudo da sua viagem através desses links específicos e ajude o Tik.

O que fazer em Berlim por bairros?

Tiergarten – 4 dias em Berlim

Tiergarten é um bairro central, vizinho ao Mitte, que falei mais acima.

Ele é famoso pelo parque, que leva o mesmo nome, isto é, o segundo maior parque de Berlim, com 210 hectares.

O parque começa no Portão de Brandenburgo, que é a antiga porta da cidade, um dos monumentos mais importantes. Foi reconstruído no final do século XVIII como um arco do triunfo neoclássico.

Além do Portão, o parque é cheio de pontos de interesse, como por exemplo: Siegessäule – Coluna da Vitória, o Palácio Bellevue, a Casa das Culturas do Mundo, Memorial de Guerra Soviético, além de muitas esculturas.

4 dias em Berlim
Siegessäule, ou seja, a Coluna da Vitória
4 dias em Berlim
Portão de Brandenburgo
4 dias em Berlim
Portão de Brandenburgo no Festival of Lights, que acontece todo mês de outubro. Nesse festival, alguns pontos turísticos se iluminam, como por exemplo: o Portão, a Catedral de Berlim e a Coluna da Vitória
Portão de Brandenburgo no Festival of Lights
Portão de Brandenburgo no Festival of Lights

Viaje com internet 24 horas por dia. Garanta seu chip, mas antes confira se no instagram se tem desconto disponível.

Postdamer Platz

O bairro ainda abriga a Postdamer Platz, ou seja, uma praça moderna, com shopping, um cassino, um cinema e vários restaurantes. Mas não é só isso, sua história vai além de tudo o que a praça abriga.

Em 1924, a Postdamer Platz recebeu o primeiro semáforo da Europa, que simbolizava a metrópole avançada que Berlim era nessa época.

Durante a Segunda Guerra, em 1945, a praça ficou destruída. Depois, com a divisão de Berlim, o muro passava bem no meio da praça, fazendo com que ela fosse completamente esvaziada.

Após a derrubada do muro, em 1989, a Postdamer passou por uma reconstrução, se tornando novamente, um local importante.

4 dias em Berlim
Postdamer Platz
Igreja Memorial Imperador Guilherme

Ainda no bairro, você encontra a Kaiser Wilhelm Gedächtniskirche, ou seja, Igreja Memorial Imperador Guilherme.

Uma igreja construída entre 1891 e 1895 por iniciativa do imperador Wilhelm II e desenhada por Franz Schwechten em estilo neo-romano. Muitos a chamam de igreja quebrada, pois sua torre foi quebrada na Segunda Guerra e não foi reconstruída.

Kaiser Wilhelm Gedächtniskirche
Kaiser Wilhelm Gedächtniskirche
Memorial dos Judeus

Um dos mais visitados pontos turísticos de Berlim é o Memorial aos Judeus Mortos da Europa, em homenagem aos 6 milhões de judeus mortos durante o holocausto.

São 2711 blocos de concreto, que foram desenhados “para produzir uma atmosfera confusa e intranquila, e toda a escultura visa representar um sistema supostamente ordenado que perdeu o contato com a razão humana”.

Lembrar para não repetir. Veja aqui a minha visita ao museu do holocausto, em Jerusalém.

Memorial aos Judeus Mortos da Europa
Memorial aos Judeus Mortos da Europa, isto é, uma homenagem aos 6 milhões de judeus mortos durante o holocausto.
4 dias em Berlim
Memorial aos Judeus Mortos da Europa
4 dias em Berlim
Memorial aos Judeus Mortos da Europa

Seguro viagem é obrigatório, então clique aqui e garanta o seu com desconto.

Mitte – 4 dias em Berlim

A primeira atração de Mitte, vai ser o Palácio do Reichstag, isto é, a sede do parlamento alemão. No parlamento, é possível subir em sua cúpula de vidro, Cúpula do Bundestag, Mas para isso, é necessário fazer reserva antecipada.

Palácio do Reichstag
Palácio do Reichstag

Alexanderpltaz é uma das principais praças de Berlim e um grande centro comercial. Seu nome é em homenagem ao czar russo Alexander I.

Ainda, é um grande terminal de transporte público, pois ali passam diversas linhas de metrô, ônibus, tram, enfim… todos os transportes.

Assim como muitos lugares de Berlim, a Alex, como é chamada pelos locais, foi destruída durante a Segunda Guerra e reconstruída.

A Alexanderpltaz ainda abriga outros pontos de interesse, como por exemplo: Urania-Weltzeituhr, um relógio com horários de várias cidades; Fonte da Amizade Internacional e a Berliner Fernsehturm, ou seja, a torre de TV, com 368 metros de altura.

Alexanderplatz
Urania-Weltzeituhr,isto é, um relógio com horários de várias cidades
Alexanderplatz
Berliner Fernsehturm, ou seja, a torre de TV, com 368 metros de altura.
Alexanderplatz
Berliner Fernsehturm
Rote Rathaus

Também no entorno da praça, está a Rote Rathaus, isto é, um edifício de tijolos vermelhos, sede da prefeitura e câmara dos vereadores.

Enquanto Berlim estava dividida, a Rote Rathaus era a prefeitura do lado oriental, que era controlada pelos soviéticos. Após a queda do muro, voltou a ser prefeitura de toda Berlim.

Rote Rathaus
Rote Rathaus

Outras duas praças que fazem parte de Mitte são: Bebelpltaz e Gendarmenmarkt.

A primeira é onde aconteceu a queimada dos livros, no ano 1933. No dia 10 de maio, livros de autores censurados pelos nazistas, como por exemplo: Karl Marx, Heinrich Heine ou Sigmund Freud.

Bebelplatz
Bebelplatz
Bebelplatz
Bebelplatz
Bebelplatz
“Onde quer que livros sejam queimados, os homens serão também, eventualmente, queimados” Frase de um livro de Heinrich Heine escrito em 1817

Já a Gendarmenmarkt, é a praça que muitos berlinenses consideram a mais bonita. Três prédios compõem a praça: a Konzerthaus (Casa de Concertos) e as igrejas Französischer Dom (Catedral Francesa) e a Deutscher Dom (Catedral Alemã).

Gendarmenmarkt
Gendarmenmarkt
Ilha dos Museus

A ilha dos museus está localizada sobre o rio Spree, no centro da cidade de Berlim!
Leva esse nome, pois conta com vários museus, como por exemplo: Altes Museum, Neues Museum, Alte Nationalgalerie, Bode-Museum e Pergamonmuseum.

Altes Museum: construído entre 1823 e 1830 para guardar as obras da família real da Prússia. Atualmente, abriga obras da Grécia e Roma Antiga.

Neues Museum: antigamente chamado de Museu Real Prussiano, foi destruído durante a guerra e reaberto em 2009. Com coleções sobre a Pré-
História, História Antiga e Egito Antigo. Ele é a casa do busto de Nefertiti

Alte Nationalgalerie: Inspirado na Acrópole de Atenas, esse museu exibe coleções do Impressionismo, Romantismo, Neoclassicismo, Biedermeier e início do Modernismo.

Bode-Museum: aberto em 1904 e depois de anos de restauração foi reaberto em 2006. Possui coleção de esculturas, Arte Bizantina e uma coleção de moedas.

Pergamonmuseum: é o mais visitado de todos. Sua construção demorou 20 anos e terminou em 1930. Ele apresenta antiguidades em tamanho real, como: o Altar de Pérgamo – a entrada de um templo da antiguidade grega, com suas escadarias, colunas e esculturas; o Portão do Mercado de Mileto, uma construção romana do Século 2 na cidade de Mileto; a Porta de Ishtar, o oitavo portão que dava acesso a cidade da Babilônia; a Fachada de Mshatta, que fez parte do palácio Qasr Mshatta na Jordânia.

Altes Museum
Altes Museum
Altes Museum
Altes Museum
Alte Nationalgalerie
Alte Nationalgalerie
4 dias em Berlim
Bode-Museum
4 dias em Berlim
Bode-Museum
Pergamonmuseum
Pergamonmuseum
Berliner Dom – 4 dias em Berlim

Ainda, na ilha dos museus ou Museumsinsel, está a Berliner Dom, ou seja, a Catedral da cidade e a maior e mais importante igreja protestante de Berlim. Com arquitetura neobarroca, sua construção teve início em 1895.

Não diferente de outras atrações da cidade, a catedral também foi atingida durante a Segunda Guerra, ou melhor, sua cúpula foi atingida e anos depois, reconstruída.

Falando em sua cúpula, ela pode ser acessada e você pode ver um mega visual lá de cima, mas para isso, vai precisar subir 270 degraus.

4 dias em Berlim
Berliner Dom
Berliner Dom
Detalhes da Berliner Dom, isto é, a catedral da cidade
Berliner Dom
Berliner Dom

Kreuzberg – 4 dias em Berlim

Em Kreuzberg, a Paula visitou a Topografia do Terror é um museu ou como os alemães chamam, lugar de lembrança, onde mostra tudo o que foi feito pelos nazistas. Por isso, leva o nome de terror.

Topografia do Terror
Topografia do Terror
Topografia do Terror
Topografia do Terror

Próximo da topografia, está o Checkpoint Charlie, isto é, um dos principais pontos turístico de Berlim.

É um posto militar que ficava na fronteira da Berlim Oriental e Ocidental no período da Guerra Fria. Ele fica bem na junção das ruas Friedrichstrasse com Zimmerstrasse e Mauerstrasse, que liga o lado americano ao lado
soviético.

O Checkpoint Charlie funcionava como uma “alfândega” e controlava a passagem de membros das Forças Aliadas e diplomatas estrangeiros entre a Alemanha Ocidental e a Alemanha Oriental.

Checkpoint Charlie
Checkpoint Charlie

Ainda em Kreuzberg, está o Museu Judaico, o maior da Europa, que conta a história dos judeus na Alemanha.

Friedrichshain – 4 dias em Berlim

Para finalizar os 4 dias em Berlim da Paula, o East Side Gallery, que nada mais é que a parte que sobrou do Muro de Berlim.

Ao longo do muro, você vê grafite de artistas do mundo todo, mas a mais conhecida é a do líder russo Leonid Brezhnev beijando Erich Honecker, líder da República Democrática Alemã.

4 dias em Berlim
East Side Gallery
4 dias em Berlim
East Side Gallery
4 dias em Berlim
Então, o grafite mais famoso, Leonid Brezhnev beijando Erich Honecker
4 dias em Berlim
East Side Gallery

Compre sua moeda estrangeira e ganhe 50% do IOF de volta!

Obrigada!!!

E assim foram os 4 dias da Paula em Berlim, a cidade alemã que respira história.

Paula, muito obrigada. Eu nem sei como agradecer, mas muito obrigada pelo seu tempo, pelas suas fotos, por abrir a sua viagem especial.

E você, curtiu? Deu vontade de dar umas voltinhas na capital da Alemanha, não deu?!

Se ficou alguma dúvida ou você quer completar com alguma informação, deixe seu comentário ou me mande uma mensagem

Não fique por fora das novidades!

Ir para o topo

2021 © Tik de Viagem. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Outlab.