Siga as redes da Tik

Um susto na playa blanca

18 de setembro de 2017

Publicidade

A Playa Blanca é uma  praia de mar azul e areias clarinhas, a mais próxima de Cartagena (a uns 40 minutos da cidade).

Para começar,  eu e minha mãe, compramos o passeio no hotel (40000 COP por pessoa). Existem duas maneiras de chegar até a Playa Blanca, por terra ou mar, sendo que se a escolha for pela segunda opção, terá uma taxa portuária adicional de 15500 COP por pessoa.

Desse modo, escolhemos a primeira opção e foi a melhor coisa que fizemos.

Senta que lá vem história!

O Caminho

O dia amanheceu muito lindo, um solzão. Por isso, marcamos esse passeio naquela mesma manhã. Mas isso é LOUCURA, porque tivemos que literalmente, engolir o café da manhã. Então, não façam isso!

Primeiramente, um funcionário veio nos buscar, com o qual fomos caminhando até o ônibus (10 minutos de caminhada, aproximadamente). Ao chegarmos nele, que tinha como destino a praia que visitaríamos, nos foi oferecido cerveja, água e suco, sem custo adicional.

Adicionalmente, no decorrer do caminho, o guia que estava lá dentro nos foi mostrando as coisas (um passeio muito agradável). Mas algo nos incomodou: o tempo começou a fechar, o céu ficou MUITO preto. Entretanto, não deixamos isso afetar a diversão que teríamos logo, quando chegássemos a praia.

Chegando a Playa Blanca

Assim que chegamos no estacionamento, o moço que cuida das barracas de praia, estava nos esperando e nos levou por trás delas, e não pela praia (isso me intrigou, não entendi o porquê daquilo), mas fomos. Seguindo ele por trás das barracas, vi um lago, uma vaca, algumas senhoras cozinhando na brasa e muitas moscas. Isso me gerou mais incômodo, mas não desistimos do passeio, continuamos e pegamos nossa mesinha a beira mar.

O susto

Ao chegarmos, minha mãe ficou na mesa e eu fui para o mar. Logo que entrei, começou a ventar forte, muitas folhas começaram a voar e a chuva começou.

Nesse momento, resolvi que seria melhor sair e voltar para a mesa. Ao fazer isso, vi que minha mãe gritava desesperadamente e todos que estavam no mar, saíam correndo. Já eu, não estava entendendo nada.

Quando cheguei na areia, olhei para o mar e vi que um tufão estava passando por ele (não só por ele, porque passou atrás de mim).

Não sabíamos para onde correr, os guarda-sóis voavam e todo mundo estava assustado. Além de estarmos em um passeio e  por isso, não podermos ir embora, a estrutura da praia é bem precária, então não havia saída.

Foi um desespero, pois nessa praia, algumas empresas vendem passeios de barco e de snorkling, então a quantidade de pessoas no mar era grande.

Minutos depois, esse horror passou e todo mundo voltou para o mar, como se nada houvesse acontecido. De acordo com os moradores locais, esse fenômeno é raro naquela região.

Outros pontos a se considerar

Para completar, acho importante falar de alguns pontos: uns positivos, outros negativos.

O primeiro ponto negativo é que, antes de o tufão acontecer, quando estávamos nos acomodando, nos cobraram 40000 COPS (salvo engano) para sentarmos e nos servirem por ali mesmo. Porém, isso de nada adiantou, porque a barraca tem uma área com mesas tipo de pique nique, com palha na cobertura e fomos comer por ali.

Outro ponto negativo, ou melhor, insuportável, é o assédio de ambulantes. Você passa o dia INTEIRO falando “No, gracias”.

Depois, preste atenção: quando te oferecerem algo falando que é regalo (presente), não acredite! Vão te cobrar no final!

E o último negativo foi que, para terminar o dia, na hora de voltar para o ônibus, o chão do estacionamento era de terra e estava uma lama só hahaha…

Mas, as coisas não são apenas ruins. Apesar de termos passado um susto, graças a Deus ninguém se feriu. Ademais, tivemos uma experiência completamente diferente do que estamos acostumadas e depois rimos muito!

E para fechar, apesar de bem simples, a Playa Blanca é bem bonita, ainda mais em dia de solzão.

Não fique por fora das novidades!

Ir para o topo

2019 © Tik de Viagem. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Outlab.